Gerações X, Y e Nenem – as diferenças e os pontos fortes de cada uma

 

Gerações X, Y e “nem-nem”: as diferenças e os pontos fortes de cada uma

Você já deve ter se perguntado o porquê de determinada pessoa ser mais dinâmica do que outra ou o porquê de uma geração parecer entender mais sobre certos assuntos.

Essas indagações são comuns nos dias de hoje, pois atualmente existem no mundo, grupos distintos de pessoas com amplas características em comum.

Elas foram classificadas com nomes específicos para que possam ser melhor compreendidas.

Assim, as gerações X, Y e “nem-nem” tornaram -se famosas não só na sociedade em si, mas, também, no meio corporativo, visto que, ao detectar um indivíduo de algumas dessas denominações é possível deduzir um pouco mais sobre sua personalidade e estilo de vida.

download (2)Diante disso, se faz necessário conhecer, um pouco mais, sobre cada uma delas, a fim de facilitar o relacionamento e, até mesmo, o recrutamento de colaboradores para a empresa.

 

Geração X

Geralmente as pessoas que se encaixam nesse grupo são aquelas nascidas entre as décadas de 60 à 80. Diante disso, eles apresentam os seguintes pontos fortes:

– Conhecimento: A geração X costuma ir atrás do conhecimento, pois em sua época de escola ou faculdade, a informação não vinha de modo fácil, afinal, nesse período não havia internet e muito menos smartphones. Sendo assim, os indivíduos, quando queriam entender, mais profundamente, sobre determinado assunto, frequentavam bibliotecas ou conversavam com pessoas mais experientes.

Por esse motivo, essa geração tem mais embasamento para falar sobre qualquer tema que lhe seja proposto.

– Personalidade: São pessoas mais maduras, que gostam de preservar a sua cultura, porém estão sempre em busca de sua liberdade e direitos. Respeitam hierarquias e autoridades, além de se dedicarem as suas responsabilidades com mais calma e foco.

Geração Y

Esses indivíduos nasceram entre os anos de 1980 a 2000. Assim, apresentam uma dinâmica mais imediatista, sem contar as seguintes características:

– Criatividade e Agilidade: Essa geração é marcada por ser muito visual, ou seja, gostam de imagens e optam por aquilo que chama mais atenção no primeiro impacto. Além disso, são pessoas bastante criativas e sabem aonde encontrar informação de forma rápida, afinal, estão acostumados com as novas tecnologias e todos os benefícios que essas ferramentas proporcionam no dia a dia.

– Personalidade: Por terem acesso a inúmeras fontes de conhecimento, esses jovens são mais críticos e apresentam diferentes pontos de vista sobre determinado tema. Sem contar que são questionadores e imediatistas.

Geração “Nem-Nem”

O nome parece estranho, mas os dados comprovam que a geração “Nem – Nem”, ou seja, jovens que nem trabalham e nem estudam, está crescendo a cada dia. Um estudo realizado pela IBRE (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas) aponta que cerca de 1,5 milhão de jovens entre 19 e 24 anos ocupam esse posto.

Esse fenômeno abrange diversas classes sociais, porém, está mais concentrado nas camadas mais baixas da sociedade.

Para os especialistas essa é uma classificação na qual não há como culpar o jovem por integrá-la. Antes de tirar qualquer conclusão é preciso observar a vivência desse indivíduo. Em muitos casos, problemas pessoais e econômicos o impediram de seguir adiante e pensar no seu futuro.

Todavia, o fato de fazer parte da geração “Nem-Nem” não quer dizer que esses jovens são alienados, pelo contrário, eles estão atentos as novidades e tudo o que os cerca por meio da internet.

Desse modo, podem aproveitar o tempo para escolher uma profissão ou optar por um curso de graduação que esteja de acordo com suas expectativas e realidade.

 

beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *